Exposição Permanente

arq-tela-1

 

“Arquitectura sobre Tela”

O Museu de Arte Contemporânea Nadir Afonso (MACNA) apresenta “Arquitectura sobre Tela”, a primeira exposição monográfica do mestre flaviense, Nadir Afonso, dedicada ao seu percurso arquitectónico fundamental de uma vida passada do espaço para a tela e da tela para o espaço. A “Arquitectura” diz respeito à componente pessoal Nadir Afonso — talvez até mais que profissional —, enquanto “sobre” e “tela” nos remetem para o universo material e conceptual do autor e da sua obra.

 

inau-tela (86)

 

Como nómada, Nadir passa grande parte da sua existência em itinerante promenade, uma que é pausada apenas pelo exercício da arquitectura, cujo sustento se torna a grande tenda que o protege da vastidão de um deserto que é o mundo e na busca de um oásis que é a sua arte. A geometria é a ferramenta fundadora das suas abstrações arquitectónicas, nas quais grelhas, edifícios e cidades se deitam e se compõem sobre a tela em forma de tinta, em vez de betão, tijolo ou reboco.

 

nadir 17-7-17 (1)

A mostra inclui inúmeras telas de viagem deste pintor-arquitecto, bem como desenhos, cartas, maquetes e pinturas das colaborações com Le Corbusier, Orcar Niemeyer, Georges Candilis, Fernando Távora e, finalmente, Álvaro Siza. É no MACNA que Nadir encontra agora a sua casa, um museu suspenso que funde a amada ponte romana com a ordem de Haus der Kunst, a fenêtre en longueur da Villa Savoye, a horizontalidade dos palácios do Ibirapuera e platonismos cinéticos. Num alargado Grand Tour pelas mais icónicas metrópoles de Nadir, entre 1942 e 2013, o percurso é estruturado igualmente por projectos nacionais: do Monumento ao Infante D. Henrique, em Sagres, aos estudos urbanos da cidade de Chaves.

 

 inau-tela (34)  inau-tela (1)  inau-tela (3)  inau-tela (6)  inau-tela (81)  nadir 17-7-17 (10)  nadir 17-7-17 (49)  nadir 17-7-17 (37)

Guardar

Guardar

Guardar

Guardar

Guardar

Guardar