Passar para o Conteúdo Principal

brasao cm chaves

pesquisar
 

Projetos Cofinanciados - Portugal 2020

BANNER_PROJETOS_2020_C

  • Sistemas de águas residuais (SAR) no concelho de Chaves – A contribuição dos pequenos aglomerados na redução da poluição urbana na bacia do Tâmega - ETAR de Vilarinho da Raia

    POSEUR_2020_UE_690B

    Designação do projeto  Sistemas de águas residuais (SAR) no concelho de Chaves – A contribuição dos pequenos aglomerados na redução da poluição urbana na bacia do Tâmega - ETAR de Vilarinho da Raia

    Código do projeto  POSEUR-03-2012-FC-000334

    Objetivo principal  Proteger o ambiente e promover a eficiência dos recursos

    Região de intervenção  Norte

    Entidade beneficiária  Município de Chaves

    Data de aprovação  30-12-2016

    Data de início  01-01-2017

    Data de conclusão  30-04-2017

    Custo total elegível  60.772,04€

    Apoio financeiro da União Europeia  FEDER/FC – 51.565,23€

    Apoio financeiro público nacional/regional  9.115,81€

     

    Objetivos, atividades e resultados esperados/atingidos

    A presente operação visa contribuir para a melhoria da qualidade da água da bacia hidrográfica do rio Tâmega, através da implementação de uma Estação de Tratamento de Águas Residuais (ETAR) compacta de processo biológico de lamas ativadas (oxidação total) para servir a rede de recolha de águas residuais de Vilarinho da Raia. A execução da ETAR de Vilarinho fechará o Sistema de Águas Residuais (SAR) de Vilarinho da Raia, constituído por uma rede de drenagem e emissário com uma extensão de 2.100ml e uma estação de tratamento de águas residuais domésticas.

    Resultados esperados:

    • N.º de Estações de Tratamento de Águas Residuais (ETAR) construídas para servir até 500 Eq. Pop.(1 ETAR)
    • População adicional servida pelas melhorias do sistema de saneamento de águas residuais em baixa (80 equivalente de População);
    • Alojamentos abrangidos com avaliação satisfatória no cumprimento dos parâmetros de descarga (100%). 

    BARRA_FINAL2

  • Sistemas de águas residuais (SAR) no concelho de Chaves – A contribuição dos pequenos glomerados na redução da poluição urbana na bacia do Tâmega - ETAR de Vila Meã

    POSEUR_2020_UE_690B

    Designação do projeto  Sistemas de águas residuais (SAR) no concelho de Chaves – A contribuição dos pequenos glomerados na redução da poluição urbana na bacia do Tâmega - ETAR de Vila Meã

    Código do projeto  POSEUR-03-2012-FC-000339

    Objetivo principal  Proteger o ambiente e promover a eficiência dos recursos

    Região de intervenção  Norte

    Entidade beneficiária  Município de Chaves

    Data de aprovação  30-12-2016

    Data de início  01-01-2017

    Data de conclusão  30-04-2017

    Custo total elegível  67.413,04€

    Apoio financeiro da União Europeia  FEDER/FC - 57.301,08€

    Apoio financeiro público nacional/regional  10.111,96€

     

    Objetivos, atividades e resultados esperados/atingidos

    A presente operação visa contribuir para a melhoria da qualidade da água da bacia hidrográfica do rio Tâmega, através da construção de uma Estação de Tratamento de Águas Residuais (ETAR) compacta de processo biológico de lamas ativadas (oxidação total), a servir a rede de recolha de águas residuais de Vila Meã executada em 2014 com fundos próprios. Trata-se, de uma operação que promove inequivocamente a sustentabilidade local, tanto a nível ambiental, com uma diminuição da pressão exercida sobre a massa de água “rio Tâmega”, o que do ponto de vista social e económico irá também trazer benefícios com a possibilidade de uma fruição dos cursos de água em causa.

    Resultados esperados

    • N.º de Estações de Tratamento de Águas Residuais (ETAR) construídas para servir até 500 Eq. Pop.(1 ETAR);
    • População adicional servida pelas melhorias do sistema de saneamento de águas residuais em baixa (100 equivalente de população);
    • Alojamentos abrangidos com avaliação satisfatória no cumprimento dos parâmetros de descarga (100%). 

    BARRA_FINAL2

  • Trilhos de visitação do património natural e cultural do concelho de Chaves

    Desenvolvimento Rural

    Designação do projeto | Trilhos de visitação do património natural e cultural do concelho de Chaves
    Código do projeto | PDR2020-10216-040134
    Objetivo principal | Proteger o Ambiente e Promover a Eficiência dos Recursos
    Região de intervenção | Norte
    Entidade beneficiária | Município de Chaves

    Data de aprovação | 02-08-2019
    Data de início | 27-07-2017
    Data de conclusão | 18-08-2020
    Custo total elegível | 164,126.10€
    Apoio financeiro da União Europeia | FEDER – 82.063,06€

    Objetivos, atividades e resultados esperados/atingidos

    Este projeto visa contribuir para a preservação, conservação e valorização do património natural, paisagístico e cultural em presença em algumas freguesias rurais do concelho de Chaves, através da criação de 6 trilhos de visitação (rotas/itinerários), assentando numa utilização sustentável dos recursos naturais existentes.
    A intervenção irá contribuir para a diversificação da oferta turística da região, para o reforço da identidade e atratividade das aldeias abrangidas, para a dinamização e sustentabilidade da economia local e para a melhoria da qualidade de vida das populações.
    Para a implementação destes trilhos prevêem-se, pelo menos, a concretização das seguintes ações:
    - Elaboração do projeto para a implementação dos trilhos;
    - Elaboração e impressão de material de promoção e divulgação;
    - Obras de recuperação e beneficiação dos percursos,
    - Fornecimento e instalação de equipamentos de sinalética dos trilhos.
    As intervenções a levar a efeito no âmbito deste projeto, preconizam o alcance dos seguintes objetivos:
    - Levar a cabo um conjunto integrado e complementar de trilhos/percursos pedestres;
    - Fomentar o turismo em espaço rural;
    - Criar um produto turístico complementar que contribua para o desenvolvimento sustentável dos territórios rurais abrangidos;
    - Dotar o concelho de um roteiro de percursos pedestres de qualidade e devidamente homologados;
    - Usar a promoção dos trilhos como mais uma forma de divulgar a cultura e o património material e imaterial do concelho e de promover a prática do pedestrianismo com o selo de garantia (da Federação de Campismo e Montanhismo de Portugal);
    - Fomentar e diversificar a oferta turística em espaço rural;
    - Criar sinergias entre vários setores do turismo da região, através da criação de parcerias que contemplem, por exemplo, a criação de pacotes turísticos conjuntos;
    - Promover a sensibilização das populações locais para a importância da preservação e conservação dos elementos patrimoniais em presença;
    - Desenvolver e promover uma ligação da população com as zonas rurais, na procura de fomentar o interesse por estes espaços, bem como a responsabilização pela sua conservação e valorização, tornando a população como um elemento de participação ativa no correto desenvolvimento, gestão e ordenamento do território.

    BARRA_FINAL2_1_1000_1000

     

  • Viver a Sociedade

    Fundo Social Europeu PICIIE

    Designação do projeto | Viver a Sociedade
    Código do projeto | NORTE-08-5266-FSE-000144
    Objetivo principal | Investir na Educação, na Formação e na Formação Profissional
    Região de intervenção | Norte
    Entidade beneficiária | Município de Chaves

    Data de aprovação | 08-02-2018
    Data de início | 02-01-2018
    Data de conclusão | 31-12-2020
    Custo total elegível | 811.067,00 €
    Apoio financeiro da União Europeia | FEDER - 689.406,95 €

    Objetivos, atividades e resultados esperados/atingidos

    O Projeto "Viver a Sociedade", contempla uma ação de promoção do sucesso educativo, através da qual se pretende que as crianças/jovens e famílias possam vivenciar experiências em diversas áreas desde a cultura, desporto, música, ciências, ambiente e as artes, que incentivem o espirito desportivo e de cooperação, contribuindo para a valorização do ponto de vista cultural e complementando o ensino formal e não formal.
    Constituem objetivos desta operação os seguintes:
    - Promover o sucesso educativo, através da promoção do desenvolvimento integral das crianças e jovens e propiciando condições de igualdade a todos os alunos;
    - Permitir o acesso a novas atividades/ experiências fora do contexto escolar, que contribuam para a formação de competências e atitudes favoráveis à aprendizagem;
    - Envolver os encarregados de educação/famílias e nas atividades escolares e nas previstas no ensino não formal.

    Resultados esperados:

    - Alunos envolvidos nas atividades de combate ao insucesso escolar, por nível de educação (EPE, EB, ES) (750);
    - Medidas de cada operação implementadas (>= 85%);
    - Municípios envolvidos na operação (1);
    - Agrupamentos/Escolas não agrupadas abrangidos por intervenções com vista à redução do abandono escolar e à melhoria do sucesso educativo de nível ISCED 2 (100%);
    - Associações de Pais envolvidas na operação (100%);
    - Outras entidades envolvidas na operação (100%);
    - Redução dos alunos nos 1.º, 2.º 3.º Ciclos e Secundário com níveis negativos (>=10%);
    - Redução da taxa de retenção e desistência (>=25%);
    - Grau de satisfação das entidades envolvidas (90%).

    BARRA_FINAL2_1_1000_1000